13

BOLO DE IOGURTE COM MEL NO LIQUIDIFICADOR

Bolo-de-iogurte-no-liquidificador

 

Bolo-de-iogurte-no-liquidificador-2

BOLO DE IOGURTE COM MEL NO LIQUIDIFICADOR

 

Esta semana o menuaquarela voltou a ficar mais devagarzinho, porque a produção da minha Pedreira (Cálculos renais) continua a todo o vapor, estou até pensando em fazer dupla com um dos heróis das histórias em quadrinhos, o Homem de Pedra, quem sabe o mundo cinematográfico se interesse em produzir um filme com essa dupla dinâmica.

Porém, entre as negociações e a produção em massa, ainda deu tempo para testar esta receita muito prática e simplesmente deliciosa que foi aprovada por todos aqui em casa, além de ser também muito fácil de fazer.

INGREDIENTES

1 copo de iogurte com mel

2 copos ( mesma medida do iogurte) de açúcar

2 copos de farinha de trigo

1 colher de sopa de fermento em pó

3 ovos grandes

½ copo de óleo

FAROFA

½ xícara de chá de açúcar

2 colheres de sopa de farinha de trigo

1 colher de sopa de manteiga

½ xícara de chá de amêndoas laminadas

1 colher de sopa de canela em pó

Gotas de chocolate a gosto.

MODO DE PREPARO

No liquidificador bater bem, o iogurte, os ovos, o óleo. Acrescentar o açúcar e a farinha de trigo, não precisa bater muito. Depois só misturar o fermento em pó.

Colocar a massa numa forma de preferência com furo no meio, untada com manteiga e polvilhada com açúcar e canela.

Jogar a mistura da farofa por cima e levar a assar por aproximadamente 40 minutos ou até ao teste do palito. Como o bolo cresce bem, na maioria das vezes, a farofinha fica no meio e não somente em cima do bolo, como foi no meu caso, então o que era para ficar como uma farofa crocante, ficou como parte interna do bolo.

Para a farofa é só misturar muito bem os ingredientes com as pontas dos dedos, formando uma farofa rústica.

Bom Apetite

Gina

Anúncios
12

TORTA DE QUEIJOS RÁPIDA DE LIQUIDIFICADOR

TORTA-RÁPIDA-DE-QUEIJO

TORTA-QUEIJO

TORTA DE QUEIJOS RÁPIDA DE LIQUIDIFICADOR

Às vezes o tempo nos prega peças e passa tão rápido que quando vemos já estamos na hora das refeições sem que tivéssemos tido tempo de preparar algo mais elaborado para a família.

Para esses dias que a pressa ou falta de tempo supera todas as nossas vontades, é sempre bom ter à mão receitas simples, práticas e fáceis que não nos deixam na mão além de não dispensar a qualidade das nossas refeições.

Esta é uma dessas receitas que se adaptam bem à correria dos dias de hoje  Eu fiz esta só de queijos, mas o bom é que no recheio também pode ser acrescentado outros ingredientes que você tiver à disposição como palmito, atum, frango, frios, abobrinha cenoura, etc..O importante é aproveitar o que se tem na dispensa e dar asas à imaginação e ao bom sabor.

INGREDIENTES

3 ovos

1 e 1/2 xícaras de chá de farinha de trigo

½ xícara de chá de amido de milho (maisena)

1 ½ xícara de chá de leite

¾ xícara de chá de óleo

1 colher de sopa de fermento em pó

½ xícara de chá de queijo ralado

Sal a gosto

RECHEIO

Quantidades a gosto de:

Ricota amassada

Queijo ralado

Queijo mussarela ou prato ou branco picado

Tomates cerejas cortados ao meio ou tomates em fatias bem finas

Azeitonas verdes fatiadas

Orégano, pimenta e sal.

MODO DE PREPARO

Bater todos os ingredientes da massa no liquidificador até obter uma massa homogênea.

Acrescentar os ingredientes do recheio misturados e temperados, deixando um pouco para pôr por cima.

Colocar a massa misturada numa forma untada e polvilhada e cobrir com um pouco do recheio por cima. Levar ao forno pré- aquecido por uns 45 minutos.

Se você preferir, em vez de misturar o recheio na massa, também pode fazer em camadas de massa, recheio e massa.

Servir quente ou frio, acompanhada de uma salada.

Bom Apetite

Gina

 

10

PEIXE ASSADO COM FAROFA DE ATUM

Peixe-recheado

 

Eu sei que existem muitas pessoas que torcem o nariz para o peixe, principalmente por causa das espinhas e do cheiro característico. Mas o peixe é um alimento indispensável para a saúde, segundo a Organização Mundial de Saúde (OMS), todos deveriam comer peixe pelo menos 1 vez por semana, mas o ideal é pelo menos 2 vezes por semana.

Além de saborosa a carne de peixe é muito nutritiva e o melhor é que tem pouca gordura, mesmos as espécies mais gordurosas têm menos gordura do que a carne vermelha e o frango, e ainda proporciona uma digestão bem mais rápida.

Mesmos com todas as suas qualidades nutritivas, o peixe ainda apresenta muita resistência por parte da maioria da população, embora hoje em dia já esteja havendo uma maior aceitação. Num país como o nosso com toda essa extensão territorial de mar e rios é inconcebível que o preço do peixe afaste os menos favorecidos dos benefícios que essa carne oferece à alimentação de pessoas de todas as idades.

Ainda bem que para a maioria, o sabor único da carne de peixe, faz dela um alimento irresistível à mesa, tanto faz se cozido, frito, assado, grelhado ou cru.

E para quem ama peixes como eu amo, não importa se de mar ou rio, esta receita é duplamente saborosa.

 

PEIXE ASSADO COM FAROFA DE ATUM

 

INGREDIENTES

1 peixe inteiro Pintado

2 cebolas trituradas com 4 alhos

Sal, pimenta do reino, cebolinha e salsinha a gosto

2 colheres de sopa de alcaparras

1 colher de sobremesa de gengibre em pó ou fresco

½ garrafa de vinho branco seco

1 cebola em rodelas

1 pimentão em rodelas

FAROFA

1 pacote de farinha de milho em flocos finos

1 cebola picada

2 ovos

Sal,pimenta,salsinha picada a gosto

1 lata de milho

1 xícara de chá de azeitonas fatiadas

2 latas de atum escorridas

Azeite

 

MODO DE PREPARO

O Pintado foi aberto pela barriga e tirada a espinha do meio pelo peixeiro, deixando-o inteiro, pronto para rechear, mas sem a cabeça, pois não gosto de vê-la.  A pele fica, só a tiro no final do assado.

Temperar o peixe com as cebolas batidas com o alhos, os temperos a gosto, as alcaparras, o gengibre, o vinho branco, o pimentão em rodelas e a cebola em rodelas. Deixar marinando de ½ hora a 2 horas. Pode também deixar por uma noite.

Entretanto fazer a farofa: dourar a cebola no azeite e juntar os temperos a gosto e os ovos, mexendo. Acrescentar o milho, as azeitonas e o atum misturando bem. Por fim acrescentar a farinha de milho. (a mistura da farofa fica bem sequinha, pois vai umedecer com o peixe)

Retirar o peixe da marinada e rechear com a farofa dando o formato do peixe. Com uma linha costurar a parte aberta ou amarrar.

Colocar numa assadeira o pimentão e a cebola da marinada com o caldo todo. Pôr o peixe por cima, regar com um pouco de azeite, cobrir com papel alumínio e levar ao forno por uns  30 minutos ou mais ( depende do tamanho do peixe).

Quando estiver cozido retirar o papel e deixar um pouco mais para dourar e secar o molho.

Na hora de servir, pode retirar a pele do peixe puxando por cima que sai facilmente.

Acompanha o resto da farofa, legumes, batatas ou arroz branco.

Bom Apetite

Gina

16

Patê de abobrinha e alho

pateabobrinha

ABOBRINHA – ZUCCHINI – COURGETTE – CALABACÍN  E  TANTOS OUTROS NOMES MAIS……….

Acredito que este fruto verde da aboboreira, pertencente ao genero das abóboras é um dos mais conhecidos em todo o mundo da culinária. Deve haver pouquissímas pessoas que não conhecem ou ainda não provaram uma abobrinha…Agora acho que a maioria não ficou ¨falando abobrinha¨ por causa disso.

Para quem não conheçe existe aquí no Brasil uma expressão que é ¨Falar Abobrinhas¨ que quer dizer: falar bobagens, asneiras,coisas sem importânciae que não fazem sentido. Quem fala muita bobagem, fala abobrinhas e ninguém dá valor para isso.

Dizem que essa expressão surgiu quando uma antiga nota de mil cruzeiros ( bastante valiosa), era conhecida como ¨abobrinha¨por causa da sua cor de tom amarelado. Porém com a inflação que se seguiu no País a nota perdeu o seu valor e passou a não ter crédito, gerando essa expressão.

Porém às vezes Falar Abobrinhas é uma excelente terapia contra o mal humor, as tensões e o stress. Ela também tem um lado bom… como estar na companhia de amigos,tomando vinho, cerveja, chá, suco ou café, degustando alguns petiscos,biscoitos ou bolos e jogando conversa fora, isto é falando de tudo e de nada….simplesmente Falando Abobrinhas.

E para quem gosta tanto de abobrinhas, recomendo degustar este patê enquanto fala abobrinhas, como eu.

 

PATÊ DE ABOBRINHA E ALHO

 

INGREDIENTES

2 abobrinhas grandes picadas

1 cebola picada

4 a 6 dentes de alho picados

Sal e pimenta do reino a gosto

1 colher de sopa de aceto balsâmico

Azeite a gosto

Creme de ricota que baste

MODO DE PREPARO

Temperar a abobrinha com a cebola, os alhos, os temperos a gosto, o aceto balsâmico e azeite. Levar ao forno para assar por uns 20 minutos ou até quase secar o caldo que se formou.

Deixar esfriar e bater bem no liquidificador. Acrescentar o creme de ricota até à consistência desejada.

Pode regar com mais azeite se gostar. Servir com pão, torradas ou biscoitos.

Bom Apetite

Gina

16

SIRI CREMOSO COM BATATAS

P1040338

escondidinho_siri

SIRI CREMOSO COM BATATAS

Sempre que faço alguma receita com a carne de siri, me vem a mente primeiramente as maravilhosas receitas do nordeste, depois a imagem do siri e logo em seguida a expressão idiomática inglesa Mum’s the Word que significa “não conte pra ninguém “ Bico calado ou Boca de siri.  É que eu tinha um professor de Inglês, que repetia constantemente essa expressão em aula tentando manter os alunos calados.

Isto porque em Inglês antigo, para pedir silêncio costumava-se fazer um som com os lábios “mmm” igual ao nosso shshsh silêncio, então o mum’s vem desse zumbido feito com a boca fechada.

De tanto ouvir essa expresssão fui pesquisar a respeito desta espécie de crustáceo e aprendi lendo um livro O Bode Expiatório: Origem de Palavras, Expressões e Ditados Populares de Ari Riboldi, que a expressão deve-se à anatomia do siri que tem uma boca muito pequena, difícil até de se ver a olho nu. E ao prender uma presa na boca com as garras, o siri não a solta mais nem mesmo depois de morto.

Daí vem a expressão “Boca de Siri” que significa fechar a boca, ficar calado.

Mas eu não vou fazer Boca de Siri, ao contrário vou contar como é deliciosa esta receita e como deve ser feita, para que todos possam se deliciar com esta iguaria.

 

INGREDIENTES

½ quilo de carne de siri desfiada, limpa e bem espremida

1 cebola processada com 2 dentes de alho

2 tomates sem pele e sem sementes picados finos

1 vidro de leite de coco

Sal, orégano, pimenta e salsinha picada a gosto

1 colher de chá de gengibre em pó

Azeite de oliva

2 gemas

Miolo de 1 pãozinho amolecido em leite e espremido

4 a 6 batatas dependendo do tamanho

2 colheres de sopa de manteiga

Queijo ralado a gosto

1 gema para pincelar

MODO DE PREPARO

Cozinhar as batatas descascadas em água e sal. Passar no espremedor e acrescentar a manteiga misturando bem. Reservar.

Em uma panela com azeite, dourar a cebola com o alho. Juntar o siri e refogar um pouco, acrescentar os tomates, o gengibre e os temperos a gosto. Refogar um pouco e acrescentar o leite de coco ( se ficar muito grosso pode pôr um pouco de leite comum) e deixar cozinhar até quase secar. Juntar o miolo de pão e tirar do fogo acrescentando as gemas e misturando bem. Levar de novo ao fogo e deixar apurar uns segundos, sem secar completamente.

Untar uma forma ou ramequins individuais com manteiga, colocar uma camada do preparado de siri, salpicar queijo ralado à vontade e cobrir com a massa de batatas, alisando bem. Pincelar com a gema e levar ao forno até dourar.

Se não quiserem usar o de leite de coco, podem substituir por leite comum ou creme de leite fresco.

Bom Apetite

Gina

10

UM AGRADECIMENTO E UMA MOUSSE DE CHOCOLATE

marshmallow

UM AGRADECIMENTO COM UMA MOUSSE DE CHOCOLATE

Instant Chocolate Mousse com Marsmallows   da Nigella

 

Nós gostaria de agradecer a todos os amigos, que neste final de ano nos visitaram e deixaram no e-mail do blog, recadinhos tão carinhosos de incentivo e admiração pelo nosso cantinho. No dia 24 de Dezembro houve um recorde de visitantes não só do nosso querido Brasil, mas de todas as partes do mundo,especialmente de minha terra natal Portugal, o que deixou sem dúvida alguma o nosso Natal mais brilhante.

E mais do que um número, cada visitante representa para nós, um ser de luz que ilumina nosso espaço fazendo com que cada vez mais se amplie esse circulo de partilhas e a corrente do respeito que nos faz ser uma grande família.

A cada visitante que aqui vem e que conosco divide as receitas, o conhecimento, o interesse, o tempo,a experiência,o erro,o acerto,a alegria, mas acima de tudo o prazer de cozinhar com amor para quem amamos, o NOSSO MUITO OBRIGADA!

Voltem sempre…….

E para todos, esta mousse de chocolate sem ovos da Nigella. Bem na verdade um pouco alterada nas quantidades, mas à risca nos ingredientes.

INGREDIENTES

150 grs. de mini marshmallows ( usei o maior e colorido)

50 grs. de manteiga sem sal ( usei 60 )

250 grs de chocolate preto (amargo), mínimo de 70% cortado em pedaços pequenos (usei 2 tabletes de 170 grs.cada)

60ml. de água fervendo ( usei ½ xícara)

284 ml. de creme de leite fresco gordo (48% de gordura), ( usei metade da embalagem de 500grs. e um pouco mais)

1 colher de chá de baunilha

MODO DE PREPARO

Levar ao fogo baixo numa panela de fundo grosso, os marshmallows, a manteiga, o chocolate e a água fervendo. Mexer sempre até que fique tudo bem derretido, parece que vai dar errado, mas dá certo. Tirar do fogo e deixar esfriar.

Entretanto, bata o creme fresco com a baunilha até formar um creme mais denso (tipo chantilly).

Misturar esse creme ao do chocolate já frio, mexendo levemente até obter uma mistura uniforme.

Colocar em taças individuais, ou em xícaras de café como eu fiz e levar para gelar. A minha em menos que 2 horas já estava boa, e o que sobrou ficou igual no dia seguinte.

Só como charminho, decorei com flocos de chocolate belga Callebaut.

Bom Apetite

 

AH! Para quem perguntou, a minha Empresa de Pedras Fantásticas( Cálculos Renais) ainda está em atividade total, acho que por algum tempo ainda vou ter que administrá-la. O pior é que ninguém quer essa fábrica como herança!!!

Gina

5

Salada de Kani-Kama com Cebolas carameladas

Ola a todos. Como passaram o fim do ano? Aqui foi ótimo e repleto de comidinhas deliciosas…bem estamos no interior e aqui está fazendo um super calor então estamos aderindo as saladas aqui, por que além de mais refrescante dá um folga dos pratos pesados que já comemos nas ceias né. Esta semana o blog esta mais paradinho porque estamos numa “mini” férias, porém na segunda feira o blog volta com tudo ok? Só para não perder o costume vamos deixar aqui uma receita de salada que fizemos para o verão.

saladadekani

SALADA DE KANI-KAMA COM CEBOLAS CARAMELADAS

INGREDIENTES

1 embalagem de Kani-Kama

1 cenoura picada em cubos cozida

4 batatas picadas em cubos e cozidas

Folhas de alface

3 ovos cozidos

Azeitonas a gosto

Tomates cherry a gosto

Croutons a gosto

Nozes a gosto

Damascos fatiados a gosto

Molho de iogurte ou da sua preferência.

Para as cebolas

2 cebolas grande cortadas em meia lua e depois em fatias

1 colher de chá de açúcar mascavo

1 colher de sopa de shoyu

1 colher de sopa de manteiga

MODO DE PREPARO

Cortar os bastões de kani-kama em fatias redondas e temperar com azeite e sal.

Misturar as batatas e as cebolas, temperar com azeite, sal, orégano ou outro tempero a gosto.

Numa frigideira funda e antiaderente, colocar a manteiga, as cebolas e deixar dourar um pouco, depois juntar o açúcar mascavo, o shoyu e deixar até caramelar até ao ponto desejado.

Num prato de salada colocar as folhas de alface, no meio o kani-kama ao redor as cebolas carameladas, em seguida as batatas com as cenouras.

Decorar com os ovos cozidos fatiados, as azeitonas, os tomates, os croutons, as nozes e os damascos fatiados.

Servir com molho de iogurte à parte ou um molho de sua preferência.

Bom Apetite

Gina