7

Feliz Páscoa

PASCOA

O blog gostaria de desejar a todos os leitores e leitoras uma ótima páscoa, repleta de alegrias, amor e comidinhas deliciosas…

Agora vou lá me preparar para o super almoço de domingo e segunda eu posto receitinha nova!!!

FELIZ PÁSCOA

Gina

ps: não deixem de participar do sorteio da café pelé aqui no post abaixo.

 

 

Anúncios
13

O prazer do novo, um bolo e o sorteio de um kit café pelé

bololimaocamadas

O PRAZER DO NOVO, UM BOLO  E O SORTEIO DE UM KIT  DO CAFÉ PELÉ

 

Aristóteles disse que o “o prazer aperfeiçoa a atividade”, realmente o prazer do novo é um desafio que nos estimula em uma viagem prazerosa. Logo que eu vi uma receita de bolo mágico no blog Coco e Baunilha da nossa talentosa amiga Patrícia, sabia que tinha de fazê-lo. Este é um tipo de bolo que me desperta curiosidade, e eu não consigo ficar sem tentar fazer, pois ele se forma em camadas, embaixo um creme consistente, no meio um pudim, e por cima um bolo tipo esponja.  E assim foi o que aconteceu.

Coincidentemente recebi do Café Pelé um kit para sorteio de um shake de Cappuccino. E por que não, tomá-lo com o bolo mágico?  Afinal as versões de bebidas com café geladas, já fazem parte do nosso cotidiano no verão. Quem gosta toma por prazer outros por simples costume ou curiosidade.

kit_cafe_pele_cappuccino_shake

Uma pausa para tomar este tipo de bebida, pode ser uma boa hora para relaxar, esquecer um pouco os problemas do dia, e dar um pouco de prazer ao corpo e a mente.

BOLO MÁGICO DE BAUNILHA E LIMÃO

Adaptado do blog Coco e Baunilha

8 gemas

8 claras em neve

1 pitada de sal

1 litro de leite morno

250g de manteiga derretida e fria

250g de açúcar

225g de farinha de trigo

Raspas de 1 limão (usei o Siciliano)

1 vagem de baunilha raspada

MODO DE PREPARO

Untar com manteiga uma forma alta (30×20) e polvilhar com farinha de trigo. Ligar o forno a 180°.

Bater as claras em neve com o sal e reservar.

Bater as gemas com o açúcar e as sementes da baunilha até obter um creme esbranquiçado e fofo. Adicionar a manteiga, o leite e por fim a farinha de trigo peneirada e as raspas de limão. Misturar bem e juntar as claras delicadamente em movimentos suaves.

Colocar na forma e levar ao forno 10 minutos a 180° e depois mais 50 minutos a 160°. Fazer o teste do palito. Deixar esfriar completamente antes de cortar.

Eu fiz só metade da receita, mas deveria ter feito toda, pois ele é simplesmente maravilhoso!!! E mais uma vez o novo foi super prazeiroso.

Ah!, e aqui em casa ele foi degustado frio, mas também foi para a geladeira e se transformou num delicioso bolo gelado. As duas versões foram aprovadas.

Agora para ganhar este kit fabuloso do Shake de Cappuccino que o Café Pelé está oferecendo aos nossos leitores é só:

Deixar um comentário no post dizendo que quer participar ou enviem um e-mail para o blog – menuaquarela@yahoo.com.br com o assunto sorteio cafe pele. Não se esqueçam de deixar o nome e e-mail corretos para que possamos entrar em contato caso vençam.

O sorteio será no dia 06 de abril, então todos podem se inscrever até o dia 05 de abril ok?

Bom Apetite

Gina

12

PESSACH – PÁSCOA JUDAICA

Compota-de-Frutas

 

Bolo-de-Fécula-de-Batata

PESSACH – PÁSCOA JUDAICA

Embora hoje, seja um pouco mais longo o nosso post, acredito que muitas pessoas como eu, gostariam de saber um pouco mais sobre outras culturas.

Vinda de família católica e celebrando sempre a Páscoa cristã, nunca tinha tido conhecimento da história do Pessach (páscoa judaica) até que me casei com um descendente de origem judaica.

Foi então, que com a sabedoria do conhecimento e a paciência de meu sogro Israel, eu mergulhei na belíssima história do Pessach e seus simbolismos, que tentarei resumir aqui.

Neste ano, ele terá início na noite do dia 25 de março e se encerrará na noite de 2 de Abril, dura oito dias.

A festa do Pessach (passagem) comemora a saída do povo judeu do Egito no qual eram escravos. Quando o faraó decretou a liberdade dos judeus, eles saíram tão apressados com medo que a ordem fosse revogada, que juntaram tudo o que podiam e partiram não dando tempo para fermentar a massa do pão que acabou virando um tipo de bolacha achatada (Matzá).

Essa festa é também para lembrar e perpetuar a história para que todas as gerações futuras se lembrem desse episódio e entendam melhor o valor da liberdade.

Para quem não sabe o Pessach é repleta de símbolos principalmente na alimentação.  Na primeira noite é realizado um jantar especial (Seder ) onde as mesas são decoradas com velas acesas e são colocados alimentos que simbolizam a história num prato especial ( Keará) que são :

um osso ( símbolo do sacrifício pascal) ;

um ovo (representa a oferenda e o símbolo do luto);

raiz forte e erva amarga ( representa o tempo amargo da escravidão)

um purê de maças raladas com tâmaras,nozes,canela e vinho ( se assemelha à argamassa onde trabalhavam os antepassados)

salsão ou cebola ou batata cozida ( simbolizam o renascimento da natureza na primavera e a esperança de libertação).

Também é colocada uma vasilha com água salgada na qual são mergulhadas as ervas verdes, é um símbolo das lágrimas derramadas pelos israelitas escravizados no Egito, e tres matzás embrulhadas num pano. É costume esconder uma Matzá pela casa para que as crianças possam achá-la e receber um presente.

São servidos quatro copos de vinho durante a cerimônia do Seder e entre cada um é lida algumas passagens com relação à saída do povo do Egito e entoadas canções quase sempre com a participação das crianças.

Uma taça geralmente prateada ou dourada também compõe a mesa, ela não é usada por ninguém, pois é simbolicamente reservada para o Profeta Elias (Eliahu Hanavi).

No jantar de Pessach não pode faltar ( guefilte fish ) um bolinho de peixe delicioso geralmente feito com carpa ou dourado, o (kneidalech ) um caldo feito de galinha  com bolinhos de farinha matzá, compota de frutas e tantas outras delicias.

Na realidade, a cerimônia do Seder é cheia de simbolismos com um único objetivo, que é de relembrar os tempos de escravidão e a libertação mantendo a memória viva para todos os descendentes, fazendo com que os sentimentos e  a história não se percam com o passar dos anos.

Espero que vocês tenham gostado desse resumo, e para adoçar a vida de todos nós, duas receitas especiais  para o Pessach.

CHAG SAMEACH !!!!!!  ou  FELIZ PESSACH !!!!!!

 

BOLO DE FÉCULA DE BATATA

INGREDIENTES

8 ovos

2 xícaras de chá  bem cheias de açúcar

200 grs. de fécula de batata

1 colher de chá de essência de baunilha

Raspas de 1 limão ( usei o siciliano)

Açúcar de confeiteiro para polvilhar

MODO DE PREPARO

Bater as claras em neve e reservar.

Bater as gemas na batedeira, acrescentar o açúcar peneirado e continuar batendo até ficar uma massa clara. Sempre batendo vá adicionando a fécula de batata peneirada e em seguida as raspas do limão e a baunilha. Depois misture delicadamente as claras em neve .

Colocar numa forma untada com manteiga, de preferência a que sai o fundo e levar ao forno a 180° por cerca de 40 minutos ou até ao teste do palito.

Este bolo não leva fermento, mas cresce bem, e fica muito macio.

 

COMPOTA DE FRUTAS

INGREDIENTES

2 xícaras de chá de damascos secos

1 xícara de chá de uvas passa

1 xícara de chá de ameixa sem caroço

½ xícara de chá de tâmaras sem caroço

1 maçã verde cortada em pedaços

1 pera cortada em pedaços

½ xícara de chá de cerejas em calda (sem a calda)

2 paus de canela

4 cravos da india

3 sementes de cardamomo

2 xícaras de chá de açúcar

Água que baste até à altura das frutas ( usei mais ou menos ½ litro)

Suco de 1 laranja ou de 1 limão pequeno.

MODO DE PREPARO

Levar as 2 xícaras de açúcar  para caramelar levemente ( não deixe escurecer), jogar a água e o suco de laranja com cuidado. Colocar as especiarias e em seguida as frutas. Deixar no fogo baixo por cerca de 20 minutos até cozinhar e amaciar as frutas. Não deixe demais, o bom são elas ainda inteiras. Se houver necessidade acrescentar mais um pouco de água. Deixar esfriar, tampar o recipiente e levar para gelar.

Opção: Pode usar vinho branco com a água.

Para quem quiser, pode acompanhar a compota com creme de leite fresco batido como chantilly, ou com uma bola de sorvete.

 

Bom Apetite

 

Gina

10

BISCOITOS E QUASE PÁSCOA

Biscoitos-Pasqualinos-2

Biscoitos-pasqualinos

BISCOITOS E QUASE PÁSCOA

Já estamos quase na Páscoa, e o tempo teima em querer competir com a vida, alguém precisa lhe falar que os dias não são uma competição de rapidez, e sim um vivenciar com calma de todo o seu conteúdo.

Como o tempo não nos deixa muito espaço, vamos já falar um pouco da Páscoa.

Segundo Albert Einstein: “ Algumas coisas são explicadas pela ciência, outras pela fé.  A Páscoa      ou o Pessach é mais do que uma data, é mais do que ciência, é mais que fé, Páscoa é Amor “.

O nome Páscoa surgiu da palavra hebraica “pessach” (passagem) que é a saída dos judeus do Egito. É a passagem pelo Mar Vermelho, no qual Moisés conduz o povo da escravidão à liberdade.

A Páscoa também significa a esperança de uma vida melhor. O Domingo de Páscoa é a “passagem” da morte para a vida, das trevas para a luz. Foi um ato de Amor de Jesus pelos seus filhos.

A Páscoa é uma data repleta de simbolismos, tais como:

Os Ramos: simboliza a entrada de Jesus em Jerusalém. O povo o recebia agitando ramos de palmeiras e colocando-os no caminho para ele passar

Cordeiro: é o símbolo mais antigo da Páscoa, simboliza a aliança feita entre Deus e os homens. Um cordeiro foi sacrificado para que com o sangue do cordeiro fossem marcadas as portas evitando as mortes dos primogenitos.

Círio Pascal: é uma vela com as letras gregas ‘alfa’ e ‘ômega’ ( início e fim) que representa a ressurreição de Cristo.

Colomba pascal: criada na Itália em forma de pomba simboliza a Paz de Cristo e a presença do Espírito Santo.

Pão e vinho: simboliza o corpo e o sangue de Cristo, que repartiu o pão e o vinho na Última Ceia.

Coelho: símbolo da fertilidade, devido à sua reprodução rápida e em grande quantidade. Era sinônimo de preservação da espécie, principalmente porque naquela época o índice de mortalidade era muito grande. Também simbolizava a missão da Igreja de propagar a palavra de Deus a todos os povos, conseguindo novos discípulos.

O Ovo de Páscoa: símbolo da renovação, do renascimento, e o começo de uma nova vida. Antigamente na quaresma eram proibidos os ovos, mas como sobravam muitos, eles eram cozidos, bentos na igreja e dados como presentes. Mais tarde começaram a ser ornados com pinturas. Alguns reis mandavam benzer cestas de ovos e distribuíam na corte. Nessa época começaram a esvaziar os ovos e recheá-los com perfumes, pequenos objetos de decoração e jóias. Até que um francês resolveu substituir essas prendas por chocolate, iniciando assim essa tradição. Sòmente no final do século XIX os ovos foram totalmente feitos de chocolate.

Agora, embora com tantos símbolos tão marcantes da Páscoa, ainda poderíamos acrescentar mais alguns como os maravilhosos peixes como o bacalhau, tão esperado nesta época, os pães (Folar de páscoa) tão apreciados juntamente com as Colombas, e os biscoitos com motivos tão bem aceitos por todos e que sempre fazem a alegria da criançada, como estes aqui que ficaram tão bons, mas tão bons mesmo que sumiram em poucos minutos.

BISCOITOS PASQUALINOS

Receita adaptada do blog Technicolor Kitchen

INGREDIENTES

1 1/3 xícaras (185g) de farinha de trigo

¼ xícara (50g) de açúcar cristal usei o refinado

1 gema

½ colher de chá de extrato de baunilha

1 colher de chá de raspas de limão, usei o siciliano

½ xícara + 1 colher de sopa (127g) de manteiga sem sal gelada e em pedaços, usei 130grs.

Cobertura
1 clara

¾ xícara (105g) de açúcar de confeiteiro, peneirado

2 colheres de chá de suco de limão

1 colher de chá de extrato de baunilha

Opcional: corantes alimenticios em gel.

MODO DE PREPARO

No processador colocar a farinha, o açúcar e as raspas de limão e pulsar para misturá-los. Acrescentar a manteiga e pulse até obter a textura de uma farofa grossa. Em seguida com o processador ligado juntar a gema e a baunilha e bater apenas até a massa se formar.

Embrulhe a massa em um filme plástico e leve à geladeira por 1 hora ou até firmar, eu só deixei ½ hora.

Pré-aquecer o forno a 180° e forrar as assadeiras com papel manteiga.

Abrir a massa com um rolo na espessura de 5mm e cortar com um cortador do modelo que desejar, as aparas podem ser usadas de novo. Transferir para as assadeiras e levar à geladeira por 10 minutos antes de assar ( eu pulei esta etapa).

Assar por cerca de 12 minutos ou até que dourem nas extremidades. Deixar esfriar sobre uma grade.

Assim que os biscoitos estiverem frios espalhar a cobertura sobre eles e leve-os de novo ao forno por 4 a 5 minutos até que a cobertura seque. Deixar esfriar completamente.

Cobertura

Bata a clara em neve até obter picos firmes. Juntar o açúcar, o suco de limão e a baunilha e bata mais até obter uma mistura brilhante e espessa. Se quiser podem usar corantes alimenticios de preferência em gel (como eu fiz em alguns) misturando na cobertura algumas gotas até  obter a cor desejada.

Rendeu muitos biscoitos, mas como foram sumindo não contei exato. Os da Patrícia renderam 2 dúzias.

Bom Apetite

Gina

12

Bolo de Alfarroba

A CURIOSIDADE MATOU O GATO

Este é um ditado popular, que eu nunca entendi muito, mas pesquisando encontrei que teve origem na Europa, na época da “caça as bruxas”, quando os gatos especialmente os pretos eram associados a elas e traziam má sorte. Então eram preparadas armadilhas e os felinos, devido a sua curiosidade, acabavam sempre caindo nas armadilhas levando-os a morte.

Porém segundo Albert Einstein, “ A curiosidade é mais importante que o conhecimento”.

Agora a curiosidade serve mesmo é para aprender mais, buscar novos conhecimentos, e com o novo fazer a diferença. Ela faz parte do ser humano e isso faz com que ele explore o Universo à procura de novas informações, afinal ela possibilita ir atrás das novidades. E o novo é sempre estimulante.

Tudo isto sobre a curiosidade, para dizer que ela tomou conta de mim tão logo comecei a ver deliciosas receitas feitas com farinha de alfarroba, o que seria esse ingrediente que tem cor de chocolate, sabor de chocolate, aparência de chocolate, mas não é chocolate!

Ainda mais usada essa farinha em receitas tão deliciosas, como as que a nossa querida Ginja do Ananás e Hortelã nos presenteia e como a nossa querida amiga Maria do Oficina das Papitas nos mostra com seus Fofinhos de Alfarroba.

Pois é embora digam que a curiosidade matou o gato, neste caso a curiosidade me levou a esta delicia de receita, só que em vez dos fofinhos virou um bolo fofão.

E acreditem tem cara de chocolate, sabor de chocolate e ainda é melhor que chocolate, pois é isenta de lactose, glúten e açúcar, além de nutritiva.

Obrigada Amigas por despertar em mim mais essa curiosidade!!!

E não esqueçam “Curiosidade é o pavio na vela da aprendizagem” – William Arthur Ward

boloalfarroba

boloalfarrobapedaço

BOLO DE ALFARROBA

INGREDIENTES

120 grs. de manteiga

75 grs. de farinha de alfarroba

3 ovos

180 grs. de açúcar mascavo claro

1 pintada de sal

½ colher de chá de essência de baunilha

65 grs. de farinha de trigo

½ colher de chá de fermento em pó.

MODO DE PREPARO

Derreter a manteiga no micro-ondas ou em banho Maria, misturar em seguida a farinha de alfarroba.

Na batedeira pôr os ovos, o açúcar, o sal e a baunilha e bater até formar um creme leve e espumoso. Adicionar a manteiga com a alfarroba e misturar levemente até a massa ficar homogênea. Por fim juntar a farinha e o fermento peneirados sem bater.

Colocar a massa em forma untada e polvilhada ( eu polvilhei com a farinha de alfarroba) e levar ao forno pré aquecido a 180° por cerca de 20 minutos ou até ao teste do palito ( ele deve ficar um pouco mais úmido no centro).

Retirar do forno e deixar esfriar uns 5 minutos, em seguida desenformar.

Opcional: Para quem gostar, pode misturar glaçúcar, leite e chocolate amargo em quantidades a gosto e jogar por cima do bolo.

Bom Apetite

Gina

12

Patê de Tomates Assados e um Desabafo

tomateassado

PATÊ DE TOMATES ASSADOS E UM DESABAFO

 

Pois é, amigos leitores, até que eu gostaria de não voltar a falar de coisas e fatos que nos conduzem a reflexões, que não gostaríamos de estar aqui comentando, afinal este é um blog de culinária que fala sobre uma das melhores coisas da vida, o prazer de bem comer!

Mas parece que a violência dominou as pessoas e o mundo, parece que ela impera mandando e ditando as normas na sociedade.

Não sabemos como e de onde ela irá vir, só sabemos que de repente ela surge e nos atinge, lesando não só os nossos bens, como também o nosso emocional.  Deixando- nos impotentes mediante tanta brutalidade, tanto desamor, tanta vulnerabilidade, isto quando nos deixa com a vida.

Essa consciência da realidade, que está em cada esquina na nossa vida, me deixa vazia, desolada, sem acreditar que possa haver esperanças para essas crianças e jovens já tão contaminadas pela desigualdade social, falta de escolaridade e ausência de uma família.

Esta semana, meu filho, como o de muitas outras mães foi assaltado à mão armada, levando todos os bens que portava e que estavam no carro inclusive o próprio, por cinco crianças de 12 anos!!!!!

Quando será que essa escalada da violência irá parar ?

O que podemos fazer para mudar esse quadro tão constrangedor para o ser humano?

Até quando iremos ficar passivamente assistindo a tudo sem fazer valer o nosso direito de cidadãos? Sem exigir soluções? Sem cobrar o que é de nosso direito? Sem lutar para que nossos descendentes possam viver num mundo melhor?

Até quando iremos manter os olhos fechados, achando que nunca vai acontecer conosco?

Até quando?

 

Enquanto não surgem as respostas, vou tentando encontrar no nosso mundo culinário, delícias que nos façam, mesmo que por uns instantes, sentir o prazer e a alegria do bem comer.

 

PATÊ DE TOMATES ASSADOS

INGREDIENTES

6 a 8 tomates cortados em quatro

1 cebola picada

2 dentes de alho picados

Sal, pimenta do reino e orégano a gosto

Azeite.

1 a 2 colheres de sopa de creme de queijo

MODO DE PREPARO

Temperar os tomates com a cebola, o alho os temperos a gosto e o azeite. Levar ao forno para assar por uns 20 minutos. Virar os tomates e deixar mais uns 20 minutos ou até secar bem o caldo que se formou.

Deixar esfriar e bater no liquidificador. Pode passar essa pasta por uma peneira, se quiser um patê mais uniforme como eu fiz. Misturar o creme de queijo e regar com azeite.

Servir com pão, torradas, legumes crus ou biscoitos salgados.

 

Bom apetite

Gina

11

UMA TRISTE CONSTATAÇÃO – DISPERDICIO E RECICLAGEM

Compota-de-maçãs

UMA TRISTE CONSTATAÇÃO -DISPERDICIO E RECICLAGEM

Hoje pela manhã, enquanto eu fazia uma caminhada, ví uma cena que me incomodou muito. Numa lixeira de rua (tipo caçamba), alguns indigentes (mendigos) buscavam avidamente por restos ou coisas que pudessem utilizar. E com surpresa, ví pegarem um saco com caixas e vidros de remédios, possivelmente vencidos que alguém descartou e inacreditável uma das crianças se lambuzava com um liquido que deduzi ser doce (xarope).

Fiquei pensando!!!!!! embora a reciclagem esteja na moda e cada dia mais cresça a consciência da importância dela, as pessoas ainda não lembram ou estão instruídas que os medicamentos vencidos ou inutilizados não devem ir parar nas pias, vasos sanitários ou lixo comum e sim para  locais próprios que os recebem para descarte. Ver essas pessoas brigando por remédios descartados foi uma visão muito triste da miséria humana, mas mais triste ainda é ver que pessoas instruídas e de posse não se preocupam com o destino dos seus restos, que de uma maneira ou outra irá retornar de alguma forma para os seus descendentes.

Aqui em São Paulo tem as Unidades Básicas de Saúde (UBS) ou as Drogarias de maior porte, que como um lugar para pilhas ou baterias, também têm um lugar para descarte de remédios.Acredito que em outros lugares também terá sempre uma boa Farmácia, um Posto de Saúde ou um Hospital que receberá esses medicamentos.

Jogar fora medicamentos vencidos na pia ou lixo comum pode causar graves problemas de contaminação no solo, no meio ambiente, nos animais além de trazer riscos para as pessoas que por acidente venham a reutilizá-los.

E para continuar dentro desta linha do não desperdício e para adoçar as tristezas da vida, nada como um docinho como a Compota de Maçãs, que também pode ser feita para reaproveitar maçãs que estejam sobrando na fruteira.

 

COMPOTA DE MAÇÃS

INGREDIENTES

5 maçãs descascadas e cortadas em cubinhos pequenos

2 xícaras de chá de açúcar

1 xícara de chá de água

2 pauzinhos de canela

3 sementes de cardamomo

3 estrelinhas de anis

3 cravos

 

MODO DE PREPARO

 

Enquanto se corta todas as maçãs deixá-las na água com gotas de limão para não escurecer.

Fazer um caramelo com o açúcar, cuidado para não deixar muito escuro para não amargar. Colocar a água, a canela, o cardamomo ,os cravinhos e o anis. Em seguida as maçãs e deixar em fogo baixo até cozinhar bem as maçãs e ficarem transparentes.

Depois deixar esfriar um pouco e bater metade das maçãs no liquidificador com um pouquinho de água ou calda se tiver muita. Juntar com as demais maçãs e levar de novo ao fogo, mexendo até desgrudar do fundo da panela ou ao ponto que gostar.

Esta compota é um misto de geleia com pedacinhos de maçã em calda.

Fica deliciosa, tanto em recheios como para comer com queijo, torradas etc…

 

Aqui em casa sempre a coloco na compoteira e quando vou pegá-la para fazer uma receita, cadê ela?  Sumiu!!!!!!

 

Bom Apetite

Gina