UM BOLO E A “TERRA DOS SEM TEMPO”

Bolo-de-maças-e-nozes-pecãs

bolo-de-maças-e-nozes-pecãs-2

 

Olá a todos os amigos, leitores e seguidores, de tanto ouvir falar na falta de tempo , acho que fui dominada pelo vácuo entre espaço e tempo, fui totalmente abduzida para a “Terra dos Sem Tempo”

Entrei numa sensação de que o tempo  está voando, tudo ficou muito rápido. O tempo engana!… Tento fazer uma correlação da falta de tempo e a velocidade dos acontecimentos atuais e vejo que agora ficamos mais impacientes, não conseguimos fazer tudo o que queremos, será que não estamos querendo coisas demais?

Falta de tempo! mas o dia continua tendo 24 horas……

Acho que esse desenvolvimento tecnológico  deixou todos os processos mais rápidos, são os eletrônicos velozes, a internet, o celular, o computador, os aparelhos que fazem tudo sozinhos, os carros mais velozes, a informação a jato.

Há uma histeria coletiva para “ganhar” tempo , fazer tudo ao mesmo tempo, abraçar o mundo para conquistá-lo, tudo é para ontem, porém a sensação que temos é que estamos perdendo o tempo. Será que estamos contaminados pela “doença da pressa”, só o que é rápido é bom. então se tudo é tão rápido porque continuamos ainda sem tempo!

Com essa ideias confusas e sem respostas, me veio uma saudade daquela lerdeza de atividades, das refeições longas, das conversas sem fim, do caminhar sem pressa, do escutar o outro sem cortes, o de espreguiçar simplesmente e permitir olhar o céu e sonhar.

Ainda com esses sentimentos de calma, estou voltando da “Terra dos Sem Tempo”e tentando achar o que para muitos é impossível , o equilíbrio entre o tempo dos dias atuais e  o tempo da realização dos sonhos.

Me lembrei de uma frase de Albert Einstein que dizia:”falta de tempo é desculpa daqueles que perdem tempo por falta de método”.

E com todo o tempo do mundo, eu fiz para vocês este bolo de maçãs e nozes, esperando que tenham tempo para fazê-lo, pois não demora muito, e é muito gostoso…., pois tempo é o que falta para as coisas que não damos prioridade..

BOLO DE MAÇÃ E NOZES- PECÃS

(Do livro Step-by-step baking pg. 66 )

200 g  de maçãs sem casca nem sementes cortadas em cubinhos

50 g de nozes-pecãs sem casca

150 g de açúcar demerara

250 g de farinha de trigo com fermento

1 colher de chá de fermento empó

2 colheres de chá de canela em pó

1 pitada de sal

3 1/2 colheres de sopa de óleo de girassol

3 1/2 colheres de sopa de leite, mais um pouco se necessário

2 ovos

1 colher de chá de extrato de baunilha

50 g de uvas passas brancas

açúcar de confeiteiro para polvilhar ou chantilly para acompanhar

MODO DE PREPARO

Pré aquecer o forno a 180°. Untar uma forma redonda de 23cm e fundo removível com manteiga e farinha . Se  a forma não for removível forrar com papel manteiga e untar.

Colocar as nozes pecãs  em uma assadeira e levar ao forno por 5 minutos. Deixar esfriar e picá-las.

Misturar as maçãs e o açúcar em uma tigela. Peneirar a farinha, o fermento, a canela, o sal e misturar. À parte bater o óleo, o leite, os ovos e a baunilha. Adicionar a mistura liquida à da farinha e misturar bem, se necessário acrescentar um pouquinho mais de leite, eu coloquei mais 2 colheres de sopa .Acrescentar as nozes pecãs e as uvas passas e colocar na forma untada.

Assar por 35 minutos ou até ao teste do palito. Deixar esfriar por alguns minutos e desenformar. Polvilhar com açúcar de confeiteiro por cima ou servir com chantilly.

Ele fica excelente até por 3 dias se armazenado em um recipiente hermético.

bom Apetite

 

Gina

 

 

 

 

 

 

 

 

10 comentários sobre “UM BOLO E A “TERRA DOS SEM TEMPO”

  1. Querida Gina
    Acho que fomos abduzida para o mesmo lugar – hehehehe!
    Realmente vejo sempre a reclamação de que as pessoas não conseguem mais fazer tudo que querem.
    Não conhecia essa frase de Albert Einstein e me fez refletir muito. Acho que preciso me organizar melhor!
    Com um bolo maravilhoso desse, com maçã e pecã, é impossível não acalmar-se para poder deliciar uma grande fatia com um chazinho – hummm…
    Bjo grande
    Léia

  2. Gina querida, é verdade o tempo corre, a vida segue e parece que a cada dia nossas prioridades vão ficando lá atrás. Tenho saudades do tempo que mamãe fazia aquelas mesas maravilhosas de café, bolinhos, frios, doces, queijos brancos, e chamava a família para se reunir e bater um papo gostoso se deliciando com os quitutes que ela fazia. Para nós era uma delicia provar cada bocadinho, e para ela era um prazer ver a família reunida. Agora mal temos tempo de falar com os amigos, a família quando se encontra, é só qdo acontecem casamentos ou momentos tristes. Albert Einstein tinha razão, não há desculpa se queremos reviver tudo isso né?
    Adorei seu bolo, imagino o aroma que invadiu sua cozinha e o sabor maravilhoso. ótima receita miga. Beijinhos

  3. Bom dia Gina,
    Também peco por esse mal…, “le temps vole”, gostei muito da frase de Albert Einstein, muito sabia.
    Este bolo é o convite a saborear calmamente um chá ou café com uma ou duas fatias deste delicioso bolo.
    Beijo,
    Vânia

  4. Gina minha amiga, a falta de tempo já faz parte da minha vida, não consigo dar conta de tudo que preciso fazer, sempre fica um “rabinho”… Enfim vamos levando da melhor forma possivel…
    Agora esse bolo está de se comer com os olhos, que magnífico. Amei.
    beijocas

  5. Querida Gina,
    o tempo está voando, mal incia a semana e num piscar de olhos já
    estamos no fds de novo, o tempo está mudado mas são as providências
    de Deus, ele é o Senhor de tudo e de todos.
    Seu bolo está perfeito para esse tempinho frio!

    Beijos, ótima semana, fica com Deus!

  6. Gina querida, logo agora que eu ia te pedir 2 horas emprestadas e´que você foi descobrir a falta de tempo? kkkkkkkkkkkk
    Menina, a gripe me derrubou tanto que até postei a receita do quibe faltando uma parte, acertei hj a receita e vou retificar n/ postagem amanhã.
    Amiga que bolo é esse?
    Delicioso, parabéns pela receita e pelas fotos que ficaram lindas.
    Bjssssssssss e uma noite muito maravilhosa p/vcs

  7. Acho que toda a gente se queixa do mesmo o tempo anda a passar muito depressa.
    Adoro bolos de maça e com noz então fica perfeito.
    Adorei o interior esta mesmo uma delicia.
    Essa fatia era perfeita para acompanhar o meu café que esta aqui ao lado…
    bjs

  8. Olá querida Gina,
    estamos todos nesse sítio, dos sem tempo.
    compreendo perfeitamente, eu ando sem tempo também, sem folgas, muito trabalho e pouco tempo para tantas coisas que adoro.
    Mas para um bolinho assim gostoso e fácil há sempre tempo! Adoro de maçã com canela e nozes. Tão bom.
    Um beijinho.

  9. Pois é minha querida amiga, anteriormente sem máquinas havia tempo para tudo e agora, com todas as novas tecnologias a ajudar parece que temos menos tempo, ou talvez estejamos a ser demasiado exigentes e a incutir a nós próprios tarefas demais.🙂
    Adorei a frase do Einstein, olhe que possivelmente ele teria razão e eu contra mim falo !🙂
    Mas sempre há tempo para nos deliciarmos com um bolo assim como o seu, lindo, fantástico e com sabores de todos os dias: maçãs, canela, nozes, passas… sabores deliciosos que devemos degustar com tempo, com todo o tempo do mundo !
    Beijocas grandes para si e para os filhotinhos !

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s