19

O PRAZER DE BEBER CAFÉ E UMA GELEIA DE CAFÉ

Geleia-de-Café

O PRAZER DE BEBER CAFÉ E UMA GELEIA DE CAFÉ 

O Café, esta bebida fascinante e deliciosa que virou mania no mundo inteiro, iniciou sua trajetória há mil anos na Etiópia. O primeiro salão de café surgiu em Meca e a ideia logo se espalhou pelo Cairo, Constantinopla e Oriente Médio.

Foi a Arábia a responsável pela propagação da cultura do café, ele era inicialmente apreciado como estimulante e seus frutos eram para alimentar os rebanhos. O café era um produto guardado a sete chaves pelos árabes.

Logo depois começou a ser saboreado no Continente Europeu trazido pelos viajantes em suas viagens ao Oriente e logo passou a ser uma das bebidas mais consumidas e a fazer parte dos hábitos dos europeus.

O café chegou ao Brasil em 1727 em Belém, trazido da Guiana Francesa e devido às nossas condições climáticas seu cultivo se espalhou rapidamente tornando-se um produto base da nossa economia. Ele fez surgir uma nova sociedade e foi responsável pelo desenvolvimento de vários centros urbanos.

O café é uma das bebidas mais consumidas em todo o mundo, assimilou características de todas as partes e hoje são incontáveis opções de tipos de café à nossa disposição, o ritual do cafezinho sobreviveu a todas as influencias.

Nos últimos anos a máquina de café expresso revolucionou o hábito do cafezinho, criando várias lojas de café.  O prazer de tomar um bom café fez surgir o Barista, um profissional  dono de uma técnica que envolve principalmente o olfato e o paladar.

Hoje em dia, são cada vez mais comuns as degustações de café. O cheiro, o aroma e o sabor inigualáveis são um convite a se entregar a esse delicioso liquido que nos dá a sensação de conforto.

Quem não interrompe algo muitas vezes, para se entregar ao prazer deste ritual, quantas histórias não começam ou terminam com um simples cafezinho, não importa a hora, a ocasião ou o lugar, pode ser no café da manhã, após as refeições em encontros, em reuniões ou em festas, o café  não pode faltar nunca, pois ele é mais que um hábito, é uma sensação maravilhosa de carinho.

Existem milhares de receitas feitas com café  para todos os paladares, entre elas eu escolhi esta que aqui em casa é muito apreciada, servida tanto como acompanhamento para carnes de porco como para saborear com torradas.

Que tal vir conosco agora, saborear um cafezinho com pãozinho e geleia de café.

GELÉIA DE CAFÉ

 

INGREDIENTES

1 xícara de açúcar

½ xícara de café coado forte

1 colher de sopa bem cheia de chocolate em pó

2 colheres de sopa de café Pelé solúvel liofilizado gourmet

1 maçã grande picada sem casca e sem sementes

1 colher de sobremesa de gengibre em pó

3 a 5 cravos da índia

Suco de 1 limão

MODO DE PREPARO

Misturar todos os ingredientes e levar ao fogo fraco deixando ferver até cozinhar as maçãs e atingir um ponto mais consistente. Deixar esfriar um pouco e bater no liquidificador. Eu gosto com as maçãs em pedacinhos, então eu só uso a tecla pulse do liquidificador, mas se gostar bem liso bater bem.

Levar de novo ao fogo e deixar apurar até ficar em ponto de geleia.

Fica uma delicia tanto com fatias de pão, torradas ou para servir com carne de porco assada com purê de maçã e a geleia de café por cima.

Para quem gosta de café, eu realmente sugiro esta geleia, seu sabor é surpreendente, com certeza vai ser uma boa surpresa!

 promocao_kit_cafe_pele_gourmet

 

Agradecemos ao  CAFÉ PELÉ ,  que nos ofereceu um kit para ser sorteado entre os nossos leitores e seguidores. Embora seja desnecessário dizer de toda a sua qualidade que já é amplamente conhecida por todos os consumidores de café, devo dizer que o seu aroma e paladar nos leva a uma viagem de sensações e emoções muito prazeirosas.

Para participar deixe seu comentário no post dizendo que quer o kit do Café Pelé. Não deixe de deixar o seu e-mail correto para que possamos entrar em contato. O sorteio será no dia 03. 08.2013, aceitaremos a participação até meia noite do dia 02.08. 2013.  Boa sorte a todos.

Gina

11

XÍCARAS E CUPCAKES

P1040781

XÍCARAS E CUPCAKES

 Que histórias suas xícaras contariam?

Com certeza haveria uma história para cada momento, pois cada uma delas contaria sobre conquistas, aventuras, relacionamentos, locais, tristezas, alegrias, comemorações, ausências, saudades e felicidade.

Uma mesma xícara pode simbolizar ao mesmo tempo prazer, hospitalidade e amizade, como também tristeza, solidão e infelicidade.

Alias, existe um museu das xícaras que fica na fábrica do café 3 corações em Natal (RN), onde cada xícara guarda inúmeras histórias com sentimentos diferenciados. Cada uma delas vem acompanhada de sua história e de sua importância, que são doadas por inúmeras pessoas que deixam registradas a xícaras e suas histórias ou se preferirem a histórias das xícaras.

Na realidade já existiam objetos semelhantes às xícaras (tigelas com alças) na Grécia a 2.000 anos atrás, os povos pré-colombianos também já faziam objetos parecidos.

Porém só ficou popularizada na Europa, principalmente na Inglaterra, quando vieram do Oriente com as porcelanas chinesas e japonesas,anteriormente eram usados bowls ( tigelas sem alças).

A xícara como conhecemos foi criada por um arquiteto inglês em 1750 que incomodado com as pessoas queimando seus dedos, pediu a um ceramista a colocação de asas nas tigelas, surgindo assim a nossa xícara e evoluindo até aos dias de hoje com incontáveis modelos.

E como antigamente não existiam xícaras, os bolos eram feitos por medidas em peso. Com o surgimento dela houve um rompimento nas tradições culinárias, passando-se a usar a xícara como medida oficial e daí surgiu como o próprio nome sugere o CUPCAKE, ou seja o bolo de xícara.

O cupcake é um bolinho de origem inglesa ( fairy cake), um bolinho de baunilha com cobertura de fondant,  entretanto só ficou famoso nos Estados Unidos onde ganhou o nome de cupcake (bolo de xícara).

Esses pequenos bolinhos são presença cada vez mais obrigatória em festas principalmente infantis. Afinal eles parecem mágicos decorados com super-heróis, princesas, bichinhos como em um conto de fadas. Ou ainda agradam bastante a adultos com temas mais personalizados e  eróticos. Enfim, cupcake ou seja bolo de xícara é sempre uma delicia muito bem vinda, não importa a decoração.

E como eu ganhei de meu filho este conjunto de xícaras para cupcakes, não resisti à tentação de correr para a cozinha e preparar estes deliciosos CUPCAKES, e com eles também poder criar um novo momento com uma nova história para lembrar e  contar………

 Cupcake-de-chocolate-2

 

CUPCAKES  DE CHOCOLATE

INGREDIENTES

200 grs. de farinha de trigo com fermento

4 colheres de sopa de chocolate em pó

200 grs de açúcar

100 grs. de manteiga sem sal em temperatura ambiente

3 ovos

150 ml de leite

2 colheres de sopa de iogurte natural

1 colher de chá de extrato de baunilha

Para decorar

Creme de chantilly

Confeitos de chocolate

MODO DE PREPARO

Peneirar a  farinha, o chocolate e o açúcar, misturar a manteiga e fazer uma farofa.

Bater os ovos, o leite a baunilha e o iogurte. Juntar os líquidos nos secos misturando muito bem.

Colocar as forminhas de cupcakes na assadeira e preencher com a massa até a metade.

Levar ao forno pré-aquecido a 180° e assar por aproximadamente 25 minutos ou até ao teste do palito. Deixar esfriar e depois decorar a gosto. Eu optei por cobrir com creme chantilly e confeitos de chocolate.

 cupcake-de-chocolate-3

Esta xícara de cupcake repleta de sabor, eu ofereço a todos vocês, meus amigos, leitores e seguidores e ela está repleta de histórias de carinho, gratidão e amizade.

Bom Apetite

Gina

9

O AZEDO E DOCE LIMÃO

bolo_limao-siciliano

 O AZEDO E DOCE LIMÃO

 

Se a vida te der limões faça uma limonada, acho que este provérbio  antigo é bem conhecido de quase todas as pessoas.

O limão com seu sabor ácido e um pouco desagradável, simbolizando o azedo, isto é, os problemas, as insatisfações, as tristezas, ou seja as coisas ruins da vida e a limonada  que passa a ser doce com um sabor agradável como a sensação da transformação em algo bom.

Na verdade a vida às vezes nos oferece vários “limões”, e o que fazer?  Em vez de fazer caretas e tentar engolir o azedo ou desistir de tudo, nós devemos buscar o que de melhor existe  no que a vida nos oferece  e transformar  em nosso proveito, fazer com que os problemas  passem para soluções ou pelo menos amenizar  o sabor amargo  fazendo com que as coisas ruins se transformem em algo melhor.

Às vezes a vida não sai como o esperado, mas temos  que pensar que sempre existe uma alternativa e tentar aproveitar o que ela nos oferece.

Não se deve aceitar simplesmente a vida como ela é, mas sim transformá-la como  o limão e a limonada.

Então se a vida te der limões faça  não só uma limonada, mas uma caipirinha de limão, uma torta de limão,um sorvete de limão  ou um bolo de limão, como este  aqui, tão bom e agradável, que vamos querer ganhar muitos “limões “  para poder fazer com eles delicias para a nossa vida.

 bolo_limao-siciliano-2


BOLO DE LIMÃO SICILIANO COM CASQUINHA DE CARAMELO

INGREDIENTES

1 ½ xícara de chá de farinha de trigo

2 colheres de chá de fermento em pó

½ colher de chá de sal

1 xícara de chá de iogurte integral

1 xícara de chá de açúcar

3 ovos

1 colher de chá de extrato de baunilha

½ xícara de chá de óleo

Raspas de 2 limões sicilianos

CALDA

½ xícara de chá de açúcar

½ xícara de chá de suco de limão

½ xícara de chá de água

CARAMELO

1 xícara de chá de açúcar

3 colheres de sopa de água

½ colher de chá de cremor tártaro

Opcional: raspas de limão para enfeitar.

MODO DE PREPARO

Peneirar a farinha de trigo, o sal e o fermento.

Misturar o iogurte, o açúcar, os ovos, a baunilha, o óleo e as raspas de limão.

Juntar os secos aos molhados até incorporar muito bem.

Colocar numa forma untada e enfarinhada e levar ao forno a 180° por cerca de 40 minutos ou até ao teste do palito.

Desenformar e regar com a calda.

Em seguida cobrir com o caramelo deixando partes do bolo à mostra. Forma uma cobertura de  caramelo fina e quebradiça.

CALDA: Misturar os ingredientes e levar ao fogo até dissolver o açúcar e ficar uma calda num tom claro. Deixar esfriar para usar no bolo quente.

CARAMELO:  Juntar todos os ingredientes e levar ao fogo deixando formar um caramelo claro.         Colocar  em seguida uma camada fina ainda quente sobre o bolo.

                                                         *****           **               *****

O sabor deste bolo úmido com o azedinho do limão e o doce do caramelo é algo indescritível. E ainda tem o crocante que quebra delicadamente a cada mordida.

Para completar ainda mais  esta delicia de bolo eu servi com curd  de limão siciliano, receita aquí

E não esqueça se a vida te der” limões” faça este bolo de limão e sorria para a vida!

 Bom Apetite

Gina

10

BRIGADEIRO DE PAÇOCA E A ESPERANÇA O ALIMENTO DA ALMA

Brigadeiros-de-paçoca

ESPERANÇA ( Mário Quintana)

Lá bem no alto do décimo segundo andar do Ano
Vive uma louca chamada Esperança
E ela pensa que quando todas as sirenas
Todas as buzinas
Todos os reco-recos tocarem
Atira-se
E
— ó delicioso vôo!
Ela será encontrada miraculosamente incólume na calçada,
Outra vez criança…
E em torno dela indagará o povo:
— Como é teu nome, meninazinha de olhos verdes?
E ela lhes dirá
(É preciso dizer-lhes tudo de novo!)
Ela lhes dirá bem devagarinho, para que não esqueçam:
— O meu nome é ES-PE-RAN-ÇA…

Texto extraído do livro “Nova Antologia Poética“, Editora Globo – São Paulo, 1998, pág. 118.

Pois é, já passou as Festas Juninas, mas o clima ainda é de festas ( melhor dizendo passeatas) na ruas, o que não deixa de ser uma comemoração, pela finalmente tomada de consciência dos problemas pelas pessoas, melhor ainda uma tomada da certeza da força da união das pessoas.Como numa família todos juntos para a felicidade de todos.

É impressionante como a ESPERANÇA ganhou força. O sonho de justiça cresceu mais do que a nossa massa de pão bem fermentada. As ruas ficaram como panela na casa de mãe. Podem vir que com um pouquinho de água há  comida dá para todos.

Esperança, é estar na expectativa de que algo aconteça, geralmente favorável, é acreditar em resultados positivos, ter perseverança mesmo quando há indicações contrárias, ela  se faz de luta e garra.

Enquanto houver sonhos no olhar, na voz, no coração de cada pessoa, haverá sempre um novo dia onde o Sol brilhará tão intensamente que  iluminará a todos reacendendo cada vez  mais a  Esperança.

É ela que nos faz seguir em frente e acreditar em dias melhores, onde em vez  de ruas repletas de conflitos  e lutas, haja  ruas repletas de crianças e flores.  Isto me fez lembrar de um livro “A Rosa do Povo”(1945) , cujo trecho  achei bem apropriado para os dias atuais.

Uma flor nasceu na rua!
Passem de longe, bondes, ônibus, rio de aço do tráfego.
Uma flor ainda desbotada
ilude a polícia, rompe o asfalto.
Façam completo silêncio,
paralisem os negócios,
garanto que uma flor nasceu.

(Trecho de A flor e a Náusea, poema de Carlos Drummond de Andrade )

Brigadeiro-de-paçoca-2

Então, nesse clima de Esperança, fiz estes brigadeiros bem brasileiros e pasmen, com um delicioso gostinho de Sonhos!

BRIGADEIRO DE PAÇOCA

 

INGREDIENTES

1 lata de leite condensado

1 colher de sopa de manteiga sem sal

1 colher de sopa de chocolate em pó

1 caixa de paçoca em rolha (350grs) (3 a 4 para o brigadeiro e o resto para passar)

Manteiga para untar

Forminhas

MODO DE PREPARO

Misturar o leite condensado com a manteiga, o chocolate e levar ao fogo baixo mexendo sempre sem parar até começar a desprender do fundo da panela,não deixar cozinhar demais, deixar com uma consistência mais mole, só então  acrescentar a paçoca desmanchada e não levar mais ao fogo.

Desmanchar o restante das paçocas para passar os brigadeiros, se preferir pode passar a paçoca na peneira, o brigadeiro fica mais delicado. Porém eu gosto do jeito mais rústico.

Deixar esfriar e com a mão untada fazer os brigadeiros e passar na paçoca desmanchada, colocar nas forminhas e esperar os  Humm! Humm! Que Delicia!

Bom Apetite

Gina