8

ROSCA DOCE DE MAÇÃS

 Rosca-doce-de-maçãs

 Não sei se com vocês acontece o mesmo, mas tem coisas que por mais que tenhamos conhecimento e entendimento nos pegamos diversas vezes cometendo o mesmo ato.

Em alguns períodos de tempo, cismamos com determinados produtos ou temperos ou receita ou qualquer outra coisa e nos deparamos só atraídos pela mesma coisa, chegando até ao extremo do consumo. Um belo dia, sem nenhuma justificativa, mudamos a preferência e nos fixamos em outros itens.

A compra do que se gosta traz uma sensação de felicidade, só que depois vem o arrependimento vendo que era dispensável.

 Eu por exemplo, adoro maçãs que não podem faltar nunca em casa. Então, toda a semana mesmo sabendo que ainda tem algumas maçãs sobrando, não consigo resistir aquela cor vermelha tão linda e atraente ou ao verde tão cativante das maçãs.  E lá estou eu comprando mais maçãs do que o consumo pede.

 É lógico que irão sobrar de novo, e para justificar o seu aproveitamento, vem a maravilhosa ideia ”Tenho que fazer alguma coisa com as maçãs”, na realidade acho que é a minha parte gulosa que fala mais alto ou o sub inconsciente que se manifesta justificando a compra.

 Enfim, o mais importante é que elas sempre têm uma finalidade, que nunca é o desperdício, como nesta rosca doce de maçãs que foi feita para aproveitar algumas maçãs que estavam tristes sem destino e que se transformaram nessa delicia….. Ou será que já foram compradas de propósito para isto?

Aceitam um pedacinho desta rosca?

Rosca-Doce-de-Maçã-2

ROSCA DOCE DE MAÇÃS

INGREDIENTES

280 grs. de farinha de trigo peneirada, mais um pouco para polvilhar.

100 ml. de leite morno

1 colher de chá de fermento biológico seco ( eu usei 2 colheres)

½ colher de chá de sal

2 colheres de sopa de açúcar

45 grs. de açúcar mais um pouco para untar

1 ovo levemente batido

Mel para a cobertura

RECHEIO

4 maçãs descascadas sem sementes e cortadas em pedacinhos pequenos iguais

½ xícara de açúcar (pode ser mascavo ou branco) eu usei o mascavo

1 xícara de chá de água.

½ xícara de chá de nozes picadas

Uvas passas (opcional)

Canela em pau, cardamomo, estrela de aniz ou cravinhos  à gosto.

MODO DE PREPARO

Dissolver o fermento no leite e deixar por 5 minutos até espumar. À parte misturar a farinha, o sal e o açúcar e mexer, juntar 20 grs. de manteiga e amassar. Acrescentar o ovo e a mistura do fermento com o leite, misturando tudo até obter uma massa leve. Sovar por uns 5 minutos e colocar embrulhada em filme de PVC para crescer por mais ou menos 1 hora ou até dobrar o volume.

Untar uma forma. Colocar a massa em superfície enfarinhada, sovar e abrir em um retângulo aproximado de 30×23. Derreter o resto da manteiga e pincelar a massa. Rechear com uma boa camada de recheio e enrolar a partir do lado maior como um rocambole.

Cortar o rolo em nove partes e colocá-las na assadeira cobrindo novamente com o filme de PVC. Deixar descansar mais 1 hora ou até dobrar de volume. Levar ao forno pré-aquecido a 190° por aproximadamente 30 minutos.

Pincelar com o mel e deixar esfriar um pouco antes de transferi-la para uma grade a fim de esfriar completamente. Ou então faça como nós que adoramos comer assim que sai do forno.

RECHEIO

Levar o açúcar para caramelar, juntar a água, as especiarias a gosto e as maçãs. Deixar cozinhar levemente as maçãs até apurar toda a calda (se necessário colocar um pouco mais de água).  Se sobrar calda com as maçãs, antes de usar deixar escorrendo numa peneira depois acrescentar as nozes picadas e uvas passas se gostar.

Bom Apetite

Gina

8

BISCOITOS DE CHEDDAR APIMENTADOS

Biscoitos-de-cheddar-apimentados

Por mais estranho que possa parecer, embora eu goste de comer, acho difícil fazer pão e massas de uma maneira geral. Não sei por que, acho que nunca sai como eu gostaria, ou que não ficou apresentável, nunca gosto do resultado final, talvez até por esses pensamentos muitas vezes não saem bons mesmos.

Mas como eu não desisto facilmente resolvi me dedicar um pouco mais a fazer pães e biscoitos e tentar expulsar essa impressão do “não vai dar certo”. Se alguma coisa der errado, faço de novo e de novo, pois fazer pão e biscoitos, agora para mim é um desafio.

Então com essa nova filosofia, e confiante no resultado, lá fui eu fazer biscoitinhos para agradar os de casa. Mas, nem tudo é tão fácil assim, pois aqui, a casa está dividida entre biscoitos doces e salgados. Então, depois de um sorteio quem ganhou foi o chefe da casa, com um simples argumento: ele queria biscoitos salgados para saborear com uma cervejinha bem gelada e na qual eu estava convidada, como vocês podem ver foi “justo” o sorteio, não houve nenhum interesse por detrás da escolha hehehe.

biscoitos-cheddar-apimentados

E…. até parece que não me sai tão mal assim. Podem não ser os mais lindos do mundo, mas com certeza são os mais gostosos e não fizeram feio perto da cervejinha especial. E querem saber deu até para servir com queijo brie derretido, uma delicia!

O que vocês acharam? Posso continuar o desafio?

Agora podem fazer sem medo, que são muito, mas muito gostosos mesmo.

 

 BISCOITOS  DE CHEDDAR APIMENTADOS

INGREDIENTES

50 grs. de manteiga sem sal na temperatura ambiente

100 grs. de farinha de trigo, mais um pouco para polvilhar

100 grs. de queijo cheddar ralado bem fino ou outro queijo similar

½ colher de chá de páprica picante ou pimenta caiena

1 gema

Gergelim preto para decorar

MODO DE PREPARO

Misturar a farinha de trigo com a manteiga até obter uma farofa. Acrescentar o queijo cheddar, a páprica e misturar bem até obter uma massa lisa, sovando levemente.

Levar ao refrigerador, embrulhada em filme de PVC por 1 hora aproximadamente. Depois sove mais um pouco só para amaciar a massa.  Abrir numa espessura de mais ou menos 2 mm e cortar com o cortador de sua preferência.

Colocar uma forma antiaderente, salpicar gergelim preto e levar a assar em forno pré-aquecido a 180° na parte de cima do fogão por mais ou menos 10 minutos, depois virar e assar por mais uns 5 minutos do outro lado. Eu não virei deixei assando por 15 minutos só de um lado para o gergelim não cair.

Retirar os biscoitos e deixar esfriar um pouco antes de transferi-los para a gradinha e esfriarem por completo. Colocar num recipiente hermeticamente fechado, aguardar a cervejinha gelar e agradecer os elogios, pois é muito bom.

Esta receita deu 30 unidades não muito grossas, pois meu marido gosta deles bem crocantes, mas aconselho a dobrar a receita se quiserem guardar alguns.

Bom Apetite

Gina